Justiça

 
 
 
Qual a medida exata das coisas que pensamos ou que fazemos? Sem discernimento de Deus, é impossível seguir o caminho que leva à vida. Por isso, Deus enviou o seu Filho Jesus Cristo, para nos ensinar esse caminho.
 
 
E porque estávamos mortos em nossos pecados, era para nós impossível ver claramente a verdade. Mortos em nossas transgressões, éramos filhos da ira e condenados com o pecado na morte. Contudo, por causa do amor de Deus, o Filho de Deus nos remiu o pecado para que pudéssemos receber a salvação. Mas não houve e não há outro que pudesse ser aprovado por Deus senão o braço da sua justiça, o Senhor Jesus Cristo, que cumpriu toda a justiça para que nele sejamos irrepreensíveis diante de Deus, de forma que a corruptibilidade perece na carne, mas nós não no espírito.
Feitos filhos de Deus por adoção, agora podemos seguir esse caminho que nos leva à morada permanente: que é a vida eterna. Mas não podemos alcançar a salvação pela carne ou pelo sangue porque tais não podem herdar o Reino de Deus, mas em Espírito e em Verdade: No Espírito Santo e na Verdade da Palavra de Deus.
E esse Caminho que é o Senhor Jesus Cristo crucificou o pecado na sua carne para que sejamos livres do pecado. Não somos merecedores de qualquer dádiva, quem dirá então da salvação e da vida eterna. Mas Deus pela sua graça que transcende todo o entendimento, se fez carne e padeceu por nós e venceu, de forma que nos elegeu e nos chamou e nos justificou para que com Ele recebamos as riquezas da vida eterna, ao lado dele, com Ele, por Ele.
O Filho nos libertou, por isso somos livres.
 
O Filho nos justificou, por isso, somos nova criatura, não por semelhança da carne, mas por semelhança do Espírito.
Em em tudo isto, devemos crer, ainda que não o vejamos com os olhos, porque certamente que Ele disse a verdade. Eu já vi a glória Dele.
 
Acreditai nas Palavras Dele.
 
Eu digo a verdade quando disse que o vi com meu olhos e estive com Ele.
Acreditai no Senhor Jesus e confessai-o com os lábios. Praticai o bem, vencei o mal com o bem. Sê zeloso até o fim.
Mas o que nega o Filho também nega o Pai, e para esse a condenação, se não se arrepender, será cumprida, porque Deus é fiel para zelar de sua Palavra.
 
Jesus Cristo o abençoe.
Presbítero Jailson, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo.