A Liberdade, O Amor e os Fracos

A LIBERDADE, O AMOR E OS FRACOS

 

Leitura Bíblica: Romanos 14:1-12
 
“Acolhei no que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões.
Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus”
(Versículos 4 e 12).
 
            A Ética da liberdade se funde à liberdade com ética. O “ethos” é o meio, Ambiente social e espiritual, no qual vivemos em liberdade, amor e serviço.
            A Igreja do Senhor Jesus Cristo, na medida em que pratica a Palavra de Deus, tem uma convivência ética e respeitosa. A nossa ética é a ética do amor.
Como preconizou Agostinho, “ama e faze o que quiseres,” Porque o nosso querer será sempre segundo a vontade de Deus (Salmo 37:4 e 5).
 
I – A LIBERDADE COM QUE CRISTO NOS LIBERTOU
 
            A liberdade com que Cristo nos libertou tem conseqüências eternas por várias razões:
            1ª) Ele nos libertou do pecado e suas conseqüências, perdoando-nos e selando-nos com o Espírito Santo prometido e concedido. É Cristo quem batiza com o Espírito Santo;
            2ª) Ele nos deu vida, estando nós mortos. Totalmente apáticos e insensíveis em relação às coisas de Deus e do céu. Morto não tem livre arbítrio. Morto não fala, Morto não decide. É inútil tentar convencer um morto; ou fazer apelos para ele. Quem está morto não responde, nem decide. É preciso pregar a todos. Tem gente que precisa estar em pé, mas já está caindo aos pedaços; tem aparência de vivo, mas já está morto; pode ser convencido, mas não convertido. Nós pregamos, mas quem convence e converte as pessoas é o Espírito Santo. Façamos nossa parte, porque o Espírito Santo nunca falha: Ele não perde um só eleito, nem um sequer.
            3ª) Ele nos ressuscitou e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus;
           4ª) Ele nos glorificou, ainda não aconteceram a ressurreição e a glorificação, e já tomamos posse da bênção: Esta é uma obra de conseqüências eternas.
Cristo é o caminho, a verdade e a vida. A verdade liberta, a esperança salva. João 8:32 e 36, dizem: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”
            Já é matéria estudada e sabida: “Que a liberdade cristã tem limites e tem parâmetros; e que liberdade sem limites é libertinagem, que só causa dor e sofrimento a todos.
            Jesus, ao afirmar: “O meu Reino não é deste mundo”; e ainda, “Daí a César o que é de César; e a Deus o que é de Deus” (Mateus 22:21), separou os reinos e os campos do Estado e da Igreja; deixou claro que Ele não era um Messias político, nem um reformador social, mas, sim, o Deus encarnado, o Salvador do homem, do mundo e de toda a criação: Romanos 8:18 a 25.
            A liberdade em Cristo é muito mais do que a liberdade civil. A liberdade da vontade do homem é o fundamento de toda responsabilidade ética; tem como pressuposto as idéias do castigo e recompensa. O homem e a mulher, no Éden, no Paraíso, possuíam a liberdade da vontade, que é sinônimo de livre arbítrio. Com a queda, a rebelião contra Deus como conseqüência do pecado, o homem morreu para Deus, foi destituído da Sua Glória, como morto, não tem mais vontade livre. Ele é escravo do pecado; não tem livre arbítrio porque é servo do Diabo; e não tem livre agência porque cede aos impulsos da carne e da vaidade dos pensamentos.
            A única esperança é a Graça superveniente, que se torna em Graça eficiente por ação unilateral e soberana de Deus: Ele nos deu vida; nos ressuscitou; e nos glorificou ou seja, “fez-nos assentar nos lugares celestiais, e, em Cristo Jesus, nos mostrou a riqueza da Sua Graça” – como sendo um favor não merecido.
            Salvos pela Graça, vivemos pela fé. Por favor, não se canse de tomar esta liberdade interior, como sendo o maior bem do ser humano. E lembre-se: Até a ética pagã é convencida da  liberdade da vontade, e afirma ser possível aos seres Humanos pela moral e pela formação de berço, alcançar vitórias sobre os impulsos, desejos e paixões da carne: Vale a pena lutar por esta liberdade da vontade.
            A liberdade cristã é algo totalmente novo, portanto desconhecido antes de Cristo e ignorado pelos que não estão ainda em Cristo.
            Nem sempre o que é lícito e ético, não nos convém; e o que é pior, nos prejudica. Não só são inconvenientes, mas não nos edificam.
 
II – O AMOR É A FORÇA MAIS PODEROSA DA TERRA
 
            O amor de Deus por nós nos constrange a amá-Lo e honrá-Lo para sempre. O amor cobre uma multidão de pecados, sem encobrir nenhum. Pelo contrário, nos leva a confessá-lo e a abandoná-lo, de uma vez para sempre.
Gente perdoada e curada é nova criatura, não dá trabalho. Já disse e mais direi ainda: não basta amar, é preciso agir com amor”. O amor não nos faz mal, o ódio sim, mata e mata rápido. A sexualidade é dádiva e bênção de Deus; já a sensualidade é condenável, vem como obra da carne e gera a morte. O amor não pode ser confundido com a paixão. A paixão mata, o amor ressuscita.
            Na Primeira Epístola de João 4:7 a 21, aprendemos que o amopr é essência de Deus e que Deus é amor, E mais:
            1º) O amor vem de Deus e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Por mais complicado que seja ou esteja a sua vida, você estando em Cristo, é nascido-a de Deus; conhece a Deus e Deus conhece a você. Portanto, há esperança para você.
            2º) Já aquela pessoa que não se ama não pode amar a mais ninguém, desconhece a fonte de todo o amor, de todo bem, de toda justiça e verdade QUE É DEUS. E, se você não conhece a Deus, estamos aqui para apresentar você a Ele e Ele a você, DEUS É AMOR, SEM QUE O AMOR SEJA DEUS.
            3º) O amor de Deus foi manifestado a nós por Jesus Cristo. O amor consiste no fato de que Ele nos amou primeiro, enviando o que de mais precioso havia, o Seu filho para morrer em meu, no seu e em nosso lugar. Veio para nos libertar das trevas e nos purificar de toda injustiça, Quando você aceita e recebe Cristo como seu único e suficiente Salvador, os seus pecados são todos CANCELADOS.
            4º) Assim, quando você está em Cristo e o recebe, você é uma nova pessoa. Sabemos que estamos Nele, porque Ele nos deu do seu Espírito e é o Espírito Santo quem nos convence, converte e nos faz chamá0lo de Senhor: leia João 16:8 e I Coríntios 12:3. Sim, João em sua primeira Carta, capítulo 4 e verso 15, diz: “Aquele que confessar q       eu Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele e ele, em Deus”.
            5º) “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro. “O nosso amor é resposta ao grande amor de Deus. Respondemos-Lhe:
Amando-O de todo o nosso coração e sobre todas as coisas;
Amando-nos a nós mesmos, para que possamos assim, e só então. Amar
aos outros;
Amando ao nosso próximo e semelhante;
Amando até os que não são amáveis conosco; e, com é mais difícil…
Amando os nossos próprios inimigos, bendizendo aos que nos maldizem e
Orando pelos que nos perseguem.
 
III – O AMOR É A FORÇA MAIS PODEROSA DA TERRA
 
Vimos a liberdade, com que Cristo nos libertou; o amor, com que Deus nos amou; agora, vejamos como lidar com os fracos na fé. Romanos 14:1 a 12 nos ensina:
1º) A acolher o que é débil na fé, não para discutir opiniões com ele. Opiniões cada um tem a sua e respeita a do outro. Agora, em matéria de essência de fé, quando o assunto é entendido como claro e explícito na Bíblia, temos é que obedecer: Crer e observar, viver a fé que professamos ter;
2º)  Não despreze, nem menospreze a teu irmão ou irmã. RESPEITE-O E ORE POR ELE, POR ELA.
3º) “Quem és tu que julgas o servo alheio?” Ele tem um Senhor e dono: Respeite-o. O Senhor é poderoso para sustê-lo e a você também E, se você pensa que está em pé, veja! Não caia!
4º) “Nenhum de nós vive ou morre para si; se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. Assim, quer vivamos ou morramos, somos do Senhor. Por fim;
5º)  “Cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus” Que Ele muito nos abençoe.
 
 
Rev. Guilhermino Cunha
Pastor da Igreja
 
Publicação autorizada pelo Presbítero Romeu Maluhy Junior, pastor e epíscopo
Agradecimentos de Universal Assembléia da Santa Aliança Cristã
Share

Sermões Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

»