Lâmpada e Luz

 
Autoria do Reverendo Romeu Maluhy, pastor da Igreja Presbiteriana

Publicação autorizada pelo Presbítero Romeu Maluhy Junior, pastor e epíscopo

Agradecimentos de Universal Assembléia da Santa Aliança Cristã

Presbítero Jailson Pereira, apóstolo e epíscopo

 
 
 
LÂMPADA E LUZ

 

            A palavra de Deus, toda ela, como afirma II Timóteo 3:16, “é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça”, ou seja, diz respeito a toda e qualquer situação vivida pelo homem nesse mundo caído. Em outras palavras é o que diz o salmista ao afirmar que “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para os meus caminhos” – Salmo 119:105.

            Não há em nossa vida restrições, não há campos reservados, áreas não atingíveis pela palavra do Senhor, sobre as quais a palavra do Senhor não teria eficácia ou poder.

            Lendo o capítulo 17 de Deuteronômio, versículos, 18 e 20, ficamos impressionados com a importância atribuída à palavra de Deus, à lei do Senhor, para dirigir a vida de um povo. O rei, o governante deveria:

a)    Ter diante de si uma cópia da Lei do Senhor (versículo 18);

b)     Ler a Palavra do Senhor todos os dias da sua vida (versículo 19);

c)     Para aprender a temer o Senhor, seu Deus (versículo 19).

d)     A fim de guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos (versículo 19);

e)     Para os cumprir (versículo 19).

           Ter a palavra, ler a palavra, aprender com a palavra, guardar a palavra e cumprir a palavra. Adorar, amar, servir a Deus, em obediência. Eis um processo lógico, racional, inteligente, espiritual e prático. Sim, pois, tudo isso se refletiria na vida do povo, para o seu bem, para o agrado de Deus, segundo seus propósitos.

            Aqueles que serão eleitos para o oficialato da Igreja devem viver uma vida consentânea com estas instruções normativas e autoritativas da palavra de Deus o que, certamente, repercutirá benfazejamente na vida da Igreja.

            E vale destacar que os aspectos educacionais, disciplinares da palavra do Senhor também estavam presentes ali, no texto veterotestamentário, pois o versículo vinte nos ensina.

            1. Para que o seu coração não se ensoberbeça – “Não se eleve sobre os seus irmãos”.

            2. Para não se desviar da palavra, nem para a direita nem para a esquerda – Sim, pois a palavra é lâmpada e luz, nos mostra o caminho, nos mantém no caminho, nos livra de pecar. E isto em todos os nossos caminhos, no caminho de casa, no caminho profissional, no caminho intelectual, no caminho eclesiástico, nos caminhos da vida, enfim.

            “A lei do SENHOR é perfeita e restaura a alma; o testemunho do SENHOR é fiel e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR            é puro e ilumina os olhos. O temor do SENHOR é límpido e permanece para sempre; os juízos do SENHOR são verdadeiros. E todos igualmente, justos – Salmo 19:7-9.

            Que seguindo os preceitos do Senhor nesse processo de eleição de oficiais, recebamos Sabedoria do alto, tenhamos os olhos iluminados e experimentemos verdadeira alegria no coração.

 

 

            E que em tudo, seja o Senhor glorificado!

 

            Com carinho pastoral,

 

            Rev. Claudio Aragão da guia.

           
Share

Sermões Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

»